Skip navigation

Hoje eu me peguei analisando mais uma vez aquele meu menino, e chega a ser inacreditável o quanto ele fica lindo de preto, o quanto ele consegue ser lindo de qualquer jeito. Ele tem um sorriso perfeito com um ar de safado que quando se une ao seu olhar diretamente pra mim, controlo meus instintos pra não abraçá-lo ali e não largar nunca mais. O seu cheiro eu já sei de cor, se vier a sentir ao meu redor eu já lembro o seu nome e até hoje eu desconheço um perfume melhor do que aquele que é emanado pelo seu corpo. Ele tem o dom de me fazer sentir muito bem, me fazer sorrir por horas e horas com as conversas mais sem nexo possível. Ele é dono de uma voz forte que se torna leve e manhosa ao pronunciar as iniciais do meu nome e só ele consegue me deixar trêmula no final da noite ao me dar conta da despedida. Eu definitivamente cheguei à conclusão que charme é o seu sobrenome, não tem igual.

(Eu vou ficar esperando você numa tarde cinzenta de inverno bem no meio duma praça, então os meus braços não vão ser suficientes para abraçar você e a minha voz vai querer dizer tanta, mas tanta coisa, que eu vou ficar calada um tempo enorme…só olhando você sem dizer nada só olhando e pensando: meu Deus, mas como você me dói de vez em quando… Caio F Abreu)

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: