Skip navigation


Eu ainda estou olhando para o relógio. Cada batida do ponteiro é mais um segundo sem você. Posso ser a perdedora, ou então a vencedora, é só não olhar as horas e ser a que tentou, a que tentou chamar o tempo de perda; a que tentou apagar a chama acesa; a que tentou chorar a nada? É difícil de crer, eu sei, sobre estas roupas existe algo batendo. Deixou terrível um céu inteiro. Conseguiu tirar sentidos com palavras duras. Cada passo dado é mais um buraco, cada caminho andado é o errado, cada palavra dita não é ouvida, nada mais importa, melhor ficar no mesmo lugar. Ao menos estou longe.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: